(31) 3287-1935 | Whatsapp (31) 97113-6800 | 99985-6800 / analaura@traducaojuramentadabh.com.br

SITES PARA ENCONTRAR DOCUMENTOS E REGISTROS DE DESCENDÊNCIA

Sites para encontrar documentos e registros de descendência. (Na imagem tem uma mulher sentada, digitando em notebook apple e ao seu lado uma xícara de café.)

Por:Ana Laura Junqueira
Curiosidades

10

fev 2021

Ao longo dos dois últimos séculos, o Brasil foi o destino de diversos imigrantes do mundo. Em razão disso, muitos cidadãos e cidadãs demonstram interesse em conseguir a cidadania por filiação. No entanto, como encontrar os documentos e registros de descendência?

Por mais que pareça complicado, a tarefa não é tão difícil como parece. Isso porque há vários sites para encontrar documentos e registros que confirmem os laços com os antepassados de outras nacionalidades.

Por que é importante ter os registros de descendência?

A sociedade brasileira é bastante plural e composta por cidadãos e cidadãs de diversas origens étnicas. Basta observarmos a quantidade de pessoas que descendem de portugueses, italianos, alemães, espanhóis, japoneses, búlgaros, romenos, entre outros, em várias cidades do país.

Desse modo, é muito comum ver pessoas que, tendo oportunidades de trabalho ou estudo, embarcam para outros países e buscam fixar residência nesses territórios.

Mas qual é a importância dos documentos e registros de descendência?

Para estabelecer residência fixa e morar legalmente em muitos países é necessário adquirir a cidadania. Há dois modelos de cidadania estrangeira: por permanência e descendência.

Nesse segundo caso, porém, é preciso ter os documentos e registros que confirmem a filiação de cidadãos e cidadãs desses locais.

Como encontrar documentos e registros de descendência?

Hoje em dia, com a evolução da tecnologia e facilidade de acesso à internet, ficou mais fácil encontrar esses registros. Diversos sites disponibilizam os documentos que comprovam a descendência de antepassados de outros países do mundo.

Com esses documentos em mãos fica muito mais simples solicitar a cidadania por descendência em algum território do exterior.

Confira abaixo alguns sites que te ajudam a encontrar documentos e registros por descendência e, com isso, obter a tal desejada cidadania.

Arquivo nacional

O Arquivo Nacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública é um dos sites mais completos para encontrar registros por descendência. Isso porque a plataforma disponibiliza os registros de inúmeras pessoas que emigraram para o Brasil, desde 1875.

A busca desses documentos deve ser feita pelo Sistema de Informação do Arquivo Nacional (SIAN). Para isso, basta fazer um cadastro e registrar uma senha.

Museu da Imigração do Estado de São Paulo

Quem procura registros de descendência de antepassados, a fim de obter a cidadania estrangeira, tem a opção de procurar esses documentos no site do Museu da Imigração do Estado de São Paulo.

Essa instituição possui todo um acervo digitalizado com registros sobre os imigrantes que chegaram no Brasil. Dessa forma, por meio do site do Museu da Imigração, é possível conseguir:

  • Registros de solicitação de restituição de despesas de transportes até a chegada ao Brasil;
  • Registro de pessoas que passaram pela Hospedaria destinada aos imigrantes;
  • Cartas de garantia de auxílio aos imigrantes;
  • Lista de bordo com relação dos imigrantes que embarcaram no porto de Santos entre 1888 e 1965.

FamilySearch

O FamilySearch é um dos sites mais completos para encontrar documentos e registros de descendência. Esse sítio eletrônico reúne mais de quatro bilhões de certidões de nascimento de homens e mulheres.

Para buscar essas informações, portanto, é preciso apenas fazer um cadastro e registrar usuário e senha. As consultas podem ser feitas digitando os sobrenomes. 

MyHeritage

O MyHeritage é a plataforma de árvores genealógicas mais acessada do mundo. Ao todo, são mais de nove bilhões de registros de homens e mulheres de todo o globo.

O grande diferencial do site é a disponibilidade de relatórios detalhados e resultados precisos. A consulta é gratuita para árvores com até 250 familiares. Para buscas mais completas, porém, o plano menos custoso é o premium: R$ 389 por ano.

Como fazer para pedir cidadania estrangeira?

O primeiro passo é verificar a legislação do país em que se deseja obter a cidadania e certificar todos os critérios estabelecidos. É possível conseguir essas informações no consulado desse país aqui no Brasil.

A cidadania por descendência é uma das formas mais viáveis. Contudo, é necessário comprovar essa filiação por meio de documentos. Esses registros, como vimos, podem ser encontrados em sites na internet.

Quais são os países europeus que mais concedem cidadania a brasileiros?

Portugal é o país da Europa que mais concede títulos de cidadania aos brasileiros, segundo a União Europeia. A Itália é o segundo do ranking, seguido da Espanha, em terceiro lugar.

Quais são os documentos exigidos para conseguir cidadania em outro país?

É importante destacar que cada país estabelece os seus critérios, bem como os documentos necessários, para conceder a cidadania a cidadãos estrangeiros. No entanto, alguns desses documentos são:

  • Passaporte;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Documentos dos antepassados (certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito, entre outros).

Tradução juramentada dos documentos

Para conseguir a cidadania em algum país do mundo é necessário entregar todos os documentos traduzidos. Essa tradução, no entanto, precisa ser juramentada. Ou seja: feita por um tradutor público, registrado na junta comercial de algum estado da federação.

Onde fazer a tradução juramentada?

A Tradução Juramentada BH é uma empresa especializada em traduções juramentadas, traduções simples e outros serviços desse segmento. Esses serviços são realizados por profissionais altamente preparados e comprometidos com os prazos estabelecidos.

Vale destacar que as traduções juramentadas da TJBH são oferecidas em diversos idiomas: inglês, português, italiano, espanhol, francês, chinês, japonês etc.


Compartilhe: